Através de seu twitter e Instagram, Jeremy esclareceu que não compactua com os ideais homofóbicos de seu ex-colega de banda, o guitarrista Josh Farro, que chegou a comparar orientações sexuais homoafetivas à pedofilia.

Ele assegurou que o comentário de Josh diz respeito somente a opinião dele próprio e lamenta ter sido incluído no “grupo de ex-membros” preconceituosos.

Leia também nossa matéria anterior sobre os posicionamentos de Hayley Williams e Zac Farro para entender melhor toda essa situação!

Confira o depoimento de Jeremy traduzido abaixo:

Tomei conhecimento de que foi feita uma declaração geral sobre todos os ex-membros da Paramore. Estou devastado e chocado por ter sido incluído nesse grupo (de lgbtfóbicos), como um ex-membro da banda. Esperei até agora para responder, pois realmente acreditava que meu nome seria retirado da fonte quando eles viram o transtorno, a dor e a confusão que isso causou online. Entretanto, nada foi dito e essa questão é muito importante para não se falar sobre. Desde a minha saída da banda, há mais de cinco anos, permaneci a maioria do tempo em silêncio… até agora. Os comentários de Josh Farro foram feitos por ele e só por ele, e de forma alguma se deveria inferir a posição de mais ninguém sobre a comunidade LGBTQ+. Quem me conhece sabe que eu defendo apenas a inclusão e o amor, nunca a discriminação de ódio de qualquer tipo. Eu amo e apoio essa comunidade, como sempre amei, mas também preciso dizer que AMAVA o Paramore. Era a minha família, era a minha vida e ser excluído não é algo que eu sempre quis. Tem sido doloroso e devastador para mim que tudo tenha acabado desta maneira. Por favor, saiba que sou muito grato a qualquer um que já me apoiou. Em meus dias mais sombrios dos últimos anos, os comentários, a gentileza e o amor de vocês me ajudaram a sorrir. Vamos todos ser somente um e em um mundo onde você pode ser qualquer coisa. Por favor, seja gentil.

JERM

(Jeremy Davis, ex-baixista da banda Paramore)

Tradução feita por Rodrigo Dutra, equipe Paramore Brasil.

E não para por aí…

Nas respostas, ao ser acusado por um fã de “processar sua família” (em tradução livre), Jeremy rebate:

Então você deveria perguntar a ela por que ela me processou antes… Foi o que aconteceu, na verdade…

As alegações de Jeremy já tinham sido divulgadas ao público pela justiça anteriormente, em 2016. Leia mais sobre como ocorreu o andamento dos processos em uma matéria publicada pelo Paramore BrasilEm batalha judicial contra o Paramore, Jeremy Davis reivindica direitos a royalties.

Paramore Brasil | Informação em primeira mão
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Fórum

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *