O canal britânico de televisão e entretenimento em geral, a BBC Three, entrevistou o Paramore durante a passagem da banda pelo Reading Festival, que ocorreu na última sexta-feira (22).

Você pode assistir o vídeo e ler a transcrição do áudio logo abaixo. Confira a entrevista traduzida pelo Paramore Brasil em primeira mão:

Greg: Hey Jen, o quão animada você está?
Jen: Estou muito, muito animada. Temos alguns convidados na “casa da Three” agora… Gostaria de receber… Paramore!
Hayley: Olá!
Jeremy: Uhhh!
Jen: É, eles são os headliners! Uhul!
Greg: Eu sei, é o primeiro round… Primeiro convidado para nós! Isso é… eu sinto que as coisas vão descer, isso vai ser…
Jen: Ladeira a baixo!
Hayley: Desculpem!
Greg: Bem vindos de volta ao Reading! Bem vindos de volta… Esse é o seu 4º Reading, certo?
Taylor: Sim!
Hayley: É, esse é o 4º! É maluco que nós meio que tivemos a possibilidade de “subir a escada” um pouco. É uma sensação um pouco estranha a de estar no topo, sabe? Dá um pequeno nervosismo, mas vamos conseguir! Vamos fazer isso direito!
Jen: E dividir o cargo de headliners com o Queens Of The Stone Age deve ser muito incrível, estar lá em cima…
Hayley: Ahhh! Nervos! Vou vomitar!
Jen: Vocês são fãs do Queens?
Taylor: Eu aaamo Queens Of The Stone Ages! Sério mesmo! Estar aqui nesse dia, fazer parte da programação de hoje é muito legal, porque há muitos grupos de cenas que são diferentes dos grupos em que normalmente fazemos parte nestes festivais…
Hayley: É!
Taylor: […] então estarmos com bandas como Vampire Weekend e Queens Of The Stone Age é muito legal!
Hayley: É mesmo!
Jeremy: É!
Jen: Vocês não parecem ser o tipo de banda que gosta de ver outras bandas…  [Ou] vocês são do tipo que são fãs de outras bandas também, e gostam de ver outras performances? Vocês também estão no line-up… Vocês querem ver alguém em específico hoje, vocês tiveram a chance de ver alguém já?
Hayley: A única banda que eu vi hoje… Nós meio que chegamos tarde hoje, amanhã será melhor porque chegaremos mais cedo e veremos mais bandas, mas bem… Minha irmã veio comigo, essa é a primeira viagem à Inglaterra que ela fez, então a banda que nós crescemos vendo e ouvindo juntas foi o Jimmy Eat World, e então nós conseguimos ver um pouco do show do Jimmy Eat World…
Taylor: Eu quero ver a Warpaint! Vocês já viram o show deles?
Hayley: Sim!
Jen: Eles estão tocando agora!
Taylor: Uhhhh, não!
Hayley: Ahhh!
Jen: Amanhã, amanhã!
Hayley: Nós amamos vocês, vejam! Nós… Nós estamos aqui!
Greg: É, e o Reino Unido ama vocês, da mesma maneira! Essa é a única data no Reino Unido para o Paramore esse ano, aqui é lugar para vê-los.
Hayley: Estamos envergonhados, desculpe!
Greg: Eu não estaria, acho que o Reading And Leeds tem o privilégio! Acho que é isso!
Jen: Acho que vocês estiveram aqui logo que o álbum saiu, e agora vocês vieram de novo, especialmente dos Estados Unidos, para fazer o Reading And Leeds!
Jeremy: É, no meio de uma turnê, na realidade.
Hayley: É, isso mesmo.
Jeremy: Ficamos tipo “Ok, pausemos aquela turnê então, mas nós vamos voltar, temos que ir para o Reading And Leeds, é importante!”
Jen: Bem, estávamos falando antes mesmo que esse é um festival icônico, esse é tipo… Aquele que todo mundo conhece e fala a respeito. O que torna isso tudo tão especial? É o legado, são as bandas que continuam fazendo com que ele valha a pena…?
Hayley: Olha, acho que definitivamente é o legado, com certeza. A última vez em que tocamos em um [Reading] foi com o The Cure, então ter bandas como essas que vem de tempos, e também bandas que são novas… É um grande festival para se fazer parte, e, como eu disse antes, para nós, a possibilidade de termos começado pequenos e termos crescido aqui é algo realmente importante para nós, porque hoje à noite, de uma maneira um pouco estranha, é como se fosse um show de “retorno à casa”, poder estar tocando na Inglaterra. Temos o que celebrar, o tempo que passamos aqui, e os fãs que vieram aos nossos shows nos últimos quase 10 anos, e poderemos estar fazendo um show realmente grande. Acho que é por isso que as pessoas amam o Reading And Leeds, é porque as bandas percebem o quão incrível é tocar aqui, e eles fazem shows que acabam valendo por isso.

Greg: O que é que vocês acham que têm de fazer, ou o que vocês farão hoje à noite para elevar o show de vocês a nível de uma banda headliner? O que vocês estarão acrescentando?
Hayley: Ok…
Jeremy: Bem, temos muitas coisas…
Hayley: É!
Jeremy: Nós trouxemos uma tonelada de produção, mais do que poderíamos trazer, e então nós temos toneladas de coisas e… Mantenham segredo sobre os confetes, mas nós atiraremos em todo mundo com confetes. Enfim, não sei, nós gostamos de fazer com que se torne uma experiência para os fãs que estão mais perto e também para os que estão mais longe…
Hayley: É!
Jeremy: Então estamos tentando envolver tantas pessoas quanto for possível e há muita gente aqui, então…
Hayley: Exato!
Jeremy: Temos muito confete, e luzes, e coisas do tipo.
Jen: Assim como falávamos antes, da última vez que vocês tocaram aqui, em 2012, por aí, vocês estavam bem nervosos. E então, vocês sentem como se isso estivesse voltando? Porque vocês lançaram o álbum faz o quê… Um ano e oito meses, por aí?!
Hayley: É, por aí. Sabe, nós estamos promovendo esse álbum por uns dois anos já, sendo que ele já foi lançado. Nós finalizamos o álbum em outubro de 2012, eu acho. Então tem sido um ciclo realmente longo, mas não acredito que o nervosismo tenha desaparecido, sério. Sinto que hoje à noite será muito legal para nós, tanto quanto fãs que somos, quanto como parte do Paramore que somos, e que temos construído e crescido… Essa é a nossa vida, essa é a situação da nossa vida, é isso que temos feito pelos 10 últimos anos, então é, estou muito nervosa, não quero ferrar com tudo hoje à noite.
Greg: Não, vocês não irão! Quero entender o que faz com que a banda funcione por tanto tempo assim… Como vocês evitam de, sabe… Brigar entre si, enfim… O que faz com que vocês ainda amem fazer música juntos, qual é o segredo da banda de vocês?
Jeremy: Acredito que se houvesse um segredo, muitas bandas ainda estariam juntas…
Hayley: É verdade! Do tipo “Tem certeza que você tá perguntando isso pra banda certa?”
Jeremy: É, eu não sei… Acho que você tem de se manter no chão, nós todos sabemos, sabe, nenhum de nós é especial, todos começamos do mesmo lugar, no mesmo ponto, então acho que nos mantermos no chão e termos os mesmos objetivos até mesmo para tipo… O quão importante nossa base de fãs é para nós, para algumas outras bandas pode não ser assim… E enfim, seja isso ou seja lá quais forem os nossos objetivos, ou o que seja, então, tendo isso e sendo amigos, e tendo a certeza de que sua amizade é mais importante que a parte que diz respeito ao trabalho, faz as coisas se tornarem bem similares aos cuidados que se tem com as amizades, exceto pelo fato de que você provavelmente terá de encontrar um pouco mais de espaço.
Greg: É, vocês estão no meio de umas 15 mil pessoas, né…
Hayley: Na verdade, acho que é o oposto… Para mim, quando uma banda está brigando, esse é o tipo saudável de banda, sabem o que quero dizer, certo? É meio aquilo que dizem sobre relacionamentos: se vocês não está se comunicando, e meio que brigando, vocês não estão de fato sendo vocês mesmos, e bem, nós aprendemos isso da maneira difícil, mas estamos fazendo o nosso melhor o tempo todo.
Jen: Vocês estão fazendo melhor que o melhor, vocês estão fazendo o incrível! E tenho certeza que vocês detonarão hoje à noite!
Hayley: Obrigada!
Jen: Eu estarei lá, cantando junto, mal posso esperar! Obrigada, Paramore!
Greg: Muito obrigado!
Taylor, Hayley, Jeremy: Uhul!

Facebook | Instagram | Twitter | Tumblr | Youtube

One Reply to “Paramore fala sobre o crescimento da banda em entrevista exclusiva para a BBC Three”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.