Zac Farro fala sobre a interação entre Paramore e HalfNoise, em entrevista à DuJour

Em entrevista à revista internacional DuJour, o baterista Zac Farro falou sobre seu projeto paralelo, HalfNoise – banda criada por ele em 2010, quando saiu do Paramore – e sobre a interação entre os dois grupos, que agora compartilham turnês e setlists.

Leia abaixo a entrevista traduzida:

Eu realmente acredito que a mágica acontece durante concertos de música. Precisa existir mágica para que uma plateia consiga se perder plenamente nas palavras de um artista, em uma batida ou em um momento.

Segundo Zac Farro, baterista da icônica banda Paramore e vocalista do projeto experimental musical HalfNoise, existe cada vez menos mágica durante shows – e ele está aí para invocar essa luz que se esvai. “As pessoas costumam esperar para que os artistas toquem a música que elas conhecem,” ele diz de alguns shows ao vivo.

Farro foi um membro fundador do Paramore quando tinha 14 anos, ao lado de Hayley Williams e de seu irmão, Josh. Em 2010, depois de anos de experiência performando, Farro começou a trabalhar num projeto paralelo, o HalfNoise. O projeto era, inicialmente, psicodélico e aventureiro, e totalmente separado do Paramore. “Eu sempre tentei escrever para o Paramore quando era mais novo e acabava sendo sempre um pouco temperamental demais e elétrico,” Farro diz, adicionando que, desde que começou a escrever para o HalfNoise, sua narrativa mudou completamente. O HalfNoise traz um senso de auto descoberta por meio das batidas retrô e letras reflexivas em músicas como “Who Could You Be” e o mais novo single, “Natural Disguise.”

“O propósito principal do HalfNoise é não disfarçar quem você é. É como tirar aquela máscara e descobrir quem você pode ser. É sobre se perguntar quem você é e ser você mesmo para todo mundo. É sobre ser vulnerável,” diz Farro.

Farro sempre quis que o HalfNoise e o Paramore existissem em dois mundos completamente separados, embora ele admita que os dois grupos tenham se tornado similares porque ele está agora buscando uma vibe mais roqueira no HalfNoise do que no começo. Uma das primeiras músicas que Farro escreveu foi “Scooby’s in the Back”, e pessoalmente, a primeira vez que a ouvi foi num show do Paramore. “Não foi muito minha escolha,” diz Farro, rindo. “A Hayley e o Taylor iam para muito shows do HalfNoise e muitos amigos nossos subiam no palco. Isso começou com o Taylor subindo no palco uma vez. Nós não tínhamos muitas músicas, então tocávamos essa várias vezes.” Pouco tempo depois de começarem com esses shows improvisados, Taylor York sugeriu que as músicas do HalfNoise começassem a fazer parte das setlists do Paramore. “Eu amo ter as duas coisas; estar numa banda independente e ter essa “sombra” do Paramore. A maior parte das pessoas conhecem o Paramore e isso é legal. Eu acho que isso está sendo construído. Nós temos alguns fãs que já estavam conosco há algum tempo e agora temos os fãs do Paramore que chegaram.

O HalfNoise está para lançar um novo álbum, Natural Disguise, no dia 4 de outubro, através da gravadora Congrats Records, e será o primeiro álbum produzido totalmente por Farro. “Eu acho que é legal que estamos tocando mais em festivais agora, já que antes só fazíamos nossos próprios shows e tocávamos nossas músicas no Paramore. Acho que agora as pessoas começaram a descobrir o HalfNoise. Eu acho legal ter levado um tempo para isso acontecer.”

Com um som dançante e uma vibe “funky”, Zac Farro quer que as pessoas vivam a mágica de seus shows. “Eu acho que é realmente especial ter uma banda muito boa que consegue tocar e improvisar, e quero que as pessoas vejam isso.”

Larissa Stocco

They may be hard times, but at least they're neon ▪ Instagram: @laristocco