O site da Billboard publicou nova matéria sobre o Parahoy!, escolhendo 10 momentos que, segundo eles, foram os melhores, dignos de lembrança.
A matéria traduzida na íntegra você lê abaixo:

A viagem inaugural do cruzeiro Parahoy! finalmente voltou para a praia ontem. A excursão de quatro dias para as Bahamas poderia ter sido finalizada com música angustiante, mas isso não impediu que as boas vibrações dominassem o Norwegian Pearl. A Billboard estava registrando as notícias do cruzeiro a cada dia como em um “diário”, e galeria de fotos, mas para resumir todos os destaques, estão aqui os dez momentos mais memoráveis do cruzeiro:

1. Paramore toca as mais “tocantes” (e as nem tão tocantes assim)

Como headliner e apresentador de um cruzeiro pela primeira vez, o Paramore sabia o que tinha a fazer. Isso não foi surpresa para o desempenho da banda, e apesar das frequentes mudanças de formação ao longo dos anos, a vocalista Hayley Williams exala uma confiança de palco contagiosa, que se espalha para os outros músicos. E para o cruzeiro, havia muitos deles – seis para ser exato, incluindo Williams – e uma banda de pop-punk com três guitarristas. Deslumbraram uma multidão já de olhos arregalados por dois shows, e provavelmente conquistaram alguns fãs durante o processo. O reconhecimento vai para os seus setlists desafiadores; no terceiro dia, eles tocaram músicas raramente tocadas, tais como “Franklin” e “(Never) Let This Go” de seu álbum de estreia, “All We Know Is Falling”, de 2005.

2. Tegan & Sara fazem três shows, espalhando as boas vibrações

Paramore pode ter sido a banda headliner, mas Tegan & Sara tinham um contingente enorme à bordo, como uma camiseta feita por um fã sugeria: o cruzeiro poderia ter sido chamado de “Sarahoy”. As gêmeas Quin cantando juntas em quase todas as músicas de seu álbum “Heartthrob” em seus três concertos, entre uma miscelânea de músicas de seu tempo de vida (1998-2014). Além de seu charme e presença de palco, elas fizeram como segunda casa o cassino do cruzeiro (Tegan revelou em entrevista à Billboard que o blackjack e roleta são seus jogos preferidos), e então fomos interrompidos por uma exibição de seu documentário “Get Along”, no salão do navio.

3. Músicos passeando em torno do navio

Músicos pegando elevadores e esperando nas filas de buffet como pessoas comuns – este é o apelo íntimo de um cruzeiro de música como Parahoy! Os integrantes do Paramore estavam compreensivelmente mantidos em segredo (além de aparições planejadas), mas os membros das outras bandas estavam fora, e próximos. Os caras do New Found Glory foram vistos frequentemente no buffet (que confessaram seu amor pelo sorvete soft no palco), Bad Rabbits e Tegan & Sara apareceram no casino, e mewithoutYou foram vistos praticamente em todos os lugares, especialmente no buffet, como todos os outros a bordo.

4. mewithoutYou – Banda favorita de Hayley Williams

A banda mewithoutYou foi a agradável surpresa do cruzeiro, os roqueiros indie, sob-o-radar da Filadélfia fizeram um par de performances fascinantes no teatro do navio. Eles tocaram músicas inebriantes – que soavam mais como a banda Neutral Milk Hotel -, liderada pelo cantor (Aaron Weiss), que soa um pouco como John Darnielle, dos Mountain Goats. Com expansão dos arranjos vocais e uma variedade de instrumentos (acordeão e sinos apareceram), o que certamente abriu algumas mentes na multidão. Uma mente que já tinha sido aberta foi a de Hayley Williams, que os chamou de “sua banda favorita” durante o set do Paramore, e se juntou a eles no palco para a última música da mewithoutYou.

5. A lenda de “Rainbow Beard”

Hayley Williams gritou à um cara careca e corpulento no palco durante a performance de abertura do cruzeiro do Paramore: “Ei, tem um cara com um cavanhaque de arco-íris nos observando!” Este homem tornou-se conhecido como “Rainbow Beard” (é só um cavanhaque, mas “um cavanhaque de arco íris”) e, logo depois, sua lenda começou a crescer. No segundo dia, ele foi o vencedor da “bellyflop” (concurso de barrigadas) à tarde, no deck da piscina. Assim foi a vitória retumbante na qual ele recebeu notas 10 dos juízes (o comediante Doug Benson e Jeremy Davis, do Paramore) e foi convidado para realizar um “bis” para cair na água. A multidão explodiu em gritos de “Rainbow Beard!” e Benson anunciou: “Ele é praticamente o dono desse navio.”

6. Uma parada nas Bahamas

Na manhã do dia 3, o Norwegian Pearl chegou ao seu destino, na ilha privada de Stirrup Cay. Além de um jogo de “flip cup” (vira-copos) com a banda Bad Rabbits, não havia um monte de tarefas organizadas, mas quem precisa disso quando você tem uma praia nas Bahamas? Os hóspedes desfrutaram de um dia de descanso antes da tão esperada atração principal: o show do Paramore no deck da pisicna, naquela noite.

7. Pop-punk com New Found Glory

Constantemente provando que o pop-punk não está morto (não está mesmo), os veteranos do New Found Glory tocaram três vezes a bordo do cruzeiro, dando aos fãs uma abundância de oportunidades de ouvir hits da MTV como “My Friends Over You” e “Head On Collision”, além de sons extraídos de seu álbum de cover de temas de filmes, como “Iris”, do Goo Go Dolls, e “Kiss Me”, do Sixpence None The Richer. Foi a sua primeira sequência de shows como um quarteto, após a demissão do guitarrista Steve Klein, mas mesmo assim eles não perderam o ritmo.

8. Entrevista com Tegan e Sara

Tegan & Sara foram espalhando sua boa vontade saudável pelo mundo da música desde que elas começaram, lá em 1998, por isso, é senso comum que elas são uma das melhores entrevistas lá fora. No convés superior, com vista para o mar e o pôr-do-sol? Ainda melhor. As irmãs Quin conversaram sobre seus fãs a bordo, a experiência de tocar no NHL Winter Classic, e sobre como o “Heartthrob” pode soar. Foi glorioso. Mas não tome nossa palavra pelas delas, confira a entrevista.

9. Setlist de músicas escolhido por Jeremy Davis, que atuou como DJ

À meia-noite do terceiro dia de Parahoy!, o baixista Jeremy Davis se juntou à fileiras de DJ’s a bordo (junto com Ladytron Ruben Wu) e fez seu melhor para que os jovens fãs de rock alternativo dançassem, da meia-noite às 2 horas da manhã. O setlist variou de música dance-eletrônica contemporânea até Daft Punk, antes que o amor de Davis pelo hip-hop fosse revelado, ao final do set. Foi uma pausa bem-vinda no cruzeiro dominado pelo rock, especialmente para os fãs de Drake, pois Davis tocou várias músicas dele. No palco, ele foi acompanhado por Hayley Williams e Aaron Weiss (da banda mewithoutYou), que dançaram diante de uma multidão vestida de branco (“Vista Branco” foi o tema da noite), e pulseiras fluorescentes.

10. Comediante Doug Benson

O comediante Doug Benson foi responsável pelo alívio cômico dos tripulantes, com um par de performances e aparições constantes durante todo o cruzeiro. Uma de suas histórias mais memoráveis foi a de um homem que tentou impressionar um de seus companheiros de cruzeiro pulando no oceano, de um dos barcos menores, de transportes de passageiros, e nadar até a costa. Ele foi banido dos cruzeiros da Sixthman pra sempre.

Fiquem ligados no Paramore Brasil!
Facebook | Instagram | Twitter | Tumblr | Youtube

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.