2022 começa com novidade: finalmente os fãs de Paramore recebem água no deserto. Na última terça-feira (11), a Rolling Stone publicou uma matéria sobre o Paramore estar no estúdio preparando o seu sexto álbum, ainda sem nome e sem data de lançamento.
Na entrevista, Hayley Williams ressalta que a banda sempre busca se inovar:

“Estou sempre à espera do momento em que reconhecemos que temos algo novo e não estamos apenas repetindo a mesma coisa. Foi ‘Ain’t It Fun‘ para o nosso álbum homônimo e ‘Hard Times‘, ou ‘Told You So‘ , para After Laughter. Não tem a ver com tornar-se um hit, mas sim com a sensação assustadora e animadora que surge antes de mergulhar em águas desconhecidas. Isso lhe mantém curioso. Tivemos de sentir essa sensação cedo desta vez.”.

A Rolling Stone também chama a atenção para o fato de que este será o primeiro material do grupo a ser iniciado e finalizado com a mesma formação: Hayley, Taylor e Zac.
Farro, que teve a experiência de retornar à banda no meio dos preparativos para o After Laughter, conta:

“É realmente emocionante, porque nós três temos pontos fortes completamente diferentes quando se trata de criar. Fazer a música e todo o processo de desenvolver um álbum do Paramore parece completamente novo.”

E as novidades não param por aí. Hayley revelou que a banda retornará às suas origens em seu próximo trabalho, mas que não significa que voltarão à “onda Emo”:

“A música que nos animou pela primeira vez não era exatamente o tipo de música que íamos fazer. […] Nossa própria criatividade sempre esteve em todo o lado e com este projeto não será diferente. Ainda estamos no meio, mas algumas coisas têm permanecido consistentes desde o início: 1) mais ênfase de volta na guitarra, e 2) Zac deve ir tão feroz quanto ele queira nas gravações de bateria.”

Lembrando que, em abril de 2020, Hayley Williams compartilhou a playlist “hayley’s music from zac 2002” em seu Spotify, comentando que estas eram as músicas que gostavam e os influenciaram no início da carreira. No lançamento de Petals For Armor, Hayley também compartilhou uma playlist com músicas que a inspiraram na criação do álbum. Será que podemos esperar um som similar ao dessa lista?

yesterday in a fit of nostalgia, i re-made the very first mix i got from @zacfarro in 7th grade. now that i think back on it— this was the beginning of @paramore. the influences didnt show through in all our early music but these were our first heroes.

— hayley from Paramore ? (@yelyahwilliams) (fonte: Alternative Press)

E aí, como estão os coraçõezinhos? Nós da equipe PB não estamos sabendo lidar com tantas novidades boas!
Confira abaixo a matéria traduzida na íntegra!

Hayley Williams sempre soube que seu álbum solo de estreia, Petals for Armor, seria uma digressão, mas ela ainda se sentia ansiosa para juntar novamente o Paramore depois de vários anos separados. Mas, no primeiro dia em que ela, Taylor York, e Zac Farro se reconectaram em um estúdio de Nashville, os nervos rapidamente derreteram em alívio.

“Escrevemos e gravamos algo que amamos e isso realmente nos surpreendeu”, diz Williams a Rolling Stone em um e-mail. “Sempre brincamos ser uma descida a partir desse ponto, mas, graças a Deus, ficamos muito surpreendidos ao longo de tudo isto. Estou sempre à espera do momento em que reconhecemos que temos algo novo e não estamos apenas repetindo a mesma coisa. Foi ‘Ain’t It Fun‘ para o nosso álbum homônimo, E ‘Hard Times‘ ou ‘Told You So‘ para After Laughter. Não tem a ver com tornar-se hit, mas sim com a sensação assustadora e animadora antes de mergulhar em águas desconhecidas. Te mantém curioso. Tivemos de sentir essa sensação cedo desta vez.”

Já se passaram cinco anos desde o último álbum do Paramore, After Laughter em 2017, e o trio está bem no processo de gravação do que será seu sexto disco (sem título ou data de lançamento ainda). Suas primeiras sessões de composição ocorreram em Nashville, mas desde então se mudaram para um estúdio na Califórnia para dar forma ao álbum.

“Os estúdios parecem estúdios, mas trouxemos uma mesa de pingue-pongue e há uma cozinha que eu digo que vou usar. As notas dos meus colegas são humilhantes,” Williams brinca, adicionando: “começamos a gravar há apenas alguns meses. Entramos no estúdio por volta das 10h da manhã e saímos por volta das 19hou 20h, como um grupo de pais. Estou tentando fazer com que a SZA venha conosco, porque quero ser amiga dela na vida real, mas saímos do estúdio para comer e dormir e ela ainda está aproveitando a vida.”.

(Williams e Paramore já regravaram canções da SZA no passado; o mash-up ao vivo da banda de sua canção “Grow Up” com “20 Something“, de SZA, até ganhou um excitante “Go OFF queen” de SZA.

Juntamente à marca de seu primeiro álbum há meia década, o próximo disco do Paramore também será o primeiro em que Williams, Farro e York iniciaram e finalizaram juntos, como um trio. Observando que ele chegou no meio da criação do After Laughter, Farro diz: “é realmente emocionante porque nós três temos pontos fortes completamente diferentes quando se trata de criar. Fazer a música e todo o processo de desenvolver um álbum do Paramore parece completamente novo.”.

Quanto ao som do álbum, Williams diz que ela e York tinham relembrado algumas de suas primeiras influências bem antes de começarem a escrever o LP. Mas ela é rápida a notar que isso não significa necessariamente que o grupo está planejando um “retorno ao ‘Emo’.”

“A música que nos animou pela primeira vez não era exatamente o tipo de música que íamos fazer”, diz Williams. “Nossa própria criatividade sempre esteve em todo o lado e com este projeto não será diferente. Ainda estamos no meio, mas algumas coisas têm permanecido consistentes desde o início: 1) mais ênfase de volta na guitarra, e 2) Zac deve ir tão feroz quanto ele queira nas gravações de bateria.”.

O sexto álbum do Paramore vêm à frente de um momento importante: neste março, como Williams observa, fará 20 anos desde que ela, Farro e York se conheceram e se tornaram amigos. Muito mudou desde então, e enquanto todos os três precisavam seguir seus caminhos criativos e pessoais separados por alguns anos e apenas ser, como Williams diz, “amigos normais, sem envolver o mundo exterior”, seus caminhos estavam sempre destinados a levá-los de volta ao mesmo lugar.

“O Paramore”, diz Williams, “é o nosso lar.”.

Paramore Brasil | Informação em primeira mão
Facebook | Instagram | Twitter | YouTube | Fórum

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.