Em entrevista exclusiva para o site What’s On Tap, Hayley Williams revela uma grande curiosidade sobre o processo de composição do single que alavancou a carreira da banda: “Misery Business“. Além disso, a vocalista também contou ao site como se sente ao ver a enorme repercussão do hit “Ain’t It Fun” na mídia e o que inspirou a banda a tentar novas sonoridades.

Desta vez, o destaque da entrevista fica para a demonstração do carinho sem tamanho que sente pelos fãs: “Quando eles vão para um show, nós não sabemos a história por trás de cada rosto, então nós queremos que eles saibam que são vistos, ouvidos e são muito importantes para nós. Eles fazem uma grande diferença nas nossas vidas, então nós queremos que eles saibam o quanto são importantes.

Confira a entrevista na íntegra:

No dia 18 de Julho, o Merriweather Post Pavillion vai ser tomado por uma vocalista de cabelo laranja e com uma enorme presença de palco. Hayley Williams, a vocalista do Paramore, estará no palco com os seus colegas Jeremy Davis e Taylor York para a turnê Monumentour, a qual tem o Fall Out Boy e New Politics como parceiros.

Desde que começaram no Tennessee em 2004, o Paramore estourou nas paradas de sucesso nos Estados Unidos e ganhou cada vez mais fãs pelo mundo afora. O seu último álbum, lançado no ano passado, o autointitulado “Paramore”, estreou no topo das paradas de sucesso, e o seu último single chamado “Ain’t It Fun” já é o seu maior sucesso até hoje. Enquanto se preparava para uma apresentação da Monumentour, Hayley Williams falou com o On Tap sobre o passado e futuro da banda, e a conexão um tanto quanto estranha do seu primeiro hit, “Misery Business”, com o DC’s 9:30 Club.

On Tap: Você ficou surpresa que o último single, “Ain’t it Fun”, se tornou o de maior sucesso dentre todos?

Hayley Williams: Isso, de longe, nos chocou muito. É uma música em que nós nos arriscamos muito e ficamos tão animados por isso. Eu cresci ouvindo muito R&B, pop e soul, então foi incrível ser capaz de escrever uma música que tenha a energia que nós temos como banda. Tem tanta diversão e paixão, e eu espero que você possa ver as pessoas se conectando à essa energia. A mensagem é um pouco sarcástica, mas inspiradora o suficiente para os jovens que estão começando a vida agora. Eu sei que isso me ajudou a passar por uma fase da minha vida. Nós demos ao Jeremy todo o crédito, já que é o primeiro hit do Paramore com slapbass.

OT: O que te levou a explorar sons diferentes para este álbum?

HW: Nós abrimos nossos horizontes e descobrimos que não temos que atingir as expectativas de ninguém. Nós temos que ser bons e queremos ser melhores do que éramos da última vez que nos viram, mas o Paramore é o Jeremy, Taylor e Hayley, seja lá onde quer que nós estejamos. No próximo ano, nós podemos lançar um álbum só de músicas pop, ou um álbum bem pesado ou então um álbum bem funk tipo “Ain’t it Fun”. Antes, nós tentávamos nos colocar dentro de uma caixa e nos limitar às expectativas das pessoas que estavam por perto.

OT: Quando os fãs vão aos shows, o que você espera que eles levem de experiência?

HW: Isso é sobre ser uma válvula de escape, uma fonte de força ou causar algum impacto. Se nós não estamos no palco nos conectando com as pessoas, olhando para elas nos olhos e fazendo elas se sentirem conhecidas, nós estamos perdendo o porquê sermos uma banda. Nós queremos ser divertidos e tocar da melhor maneira possível mostrando nossas habilidades, mas as vezes é mais importante o que existe entre as músicas. Às vezes, eu falo demais nos shows, mas é tão importante os fãs saberem como um artista é. Quando eles vão para um show, nós não sabemos a história por trás de cada rosto, então nós queremos que eles saibam que são vistos, ouvidos e são muito importantes para nós. Eles fazem uma grande diferença nas nossas vidas, então nós queremos que eles saibam o quanto são importantes.

OT: Você tem alguma memória interessante de outros shows em DC?

HW: Que louco isso que você perguntou. A primeira vez em que nós estivemos em uma turnê realmente legal, nós fizemos uma turnê de caridade e começamos no 9:30 Club. Eu estava tão animada e essa era nossas primeira noite da turnê. Nesse momento, nós ainda éramos uma banda bem pequena. Depois do show, eu estava curtindo com uns amigos em um beco atrás do clube e eu comecei a tossir – uma coisa bem louca, do nada – e eu não conseguia parar. Nós tivemos que cancelar todas as outras datas da turnê e ficamos dentro do quarto do hotel em DC por alguns dias para ver se eu conseguia melhorar antes de ir pra casa. Enquanto nós estávamos presos lá, Josh ( Farro, o antigo guitarrista da banda) começou a compor “Misery Business”. E foi assim que “Misery Business” nasceu, o qual foi o nosso primeiro single de sucesso e que nos levou até onde estamos hoje!

Que tal curtir um vídeo da apresentação do sucesso “Ain’t it Fun” durante a Monumentour em Toronto, Canadá? Solta o play!

Fiquem ligados no Paramore Brasil!

Facebook | Instagram | Twitter | Tumblr | Youtube

One Reply to “Hayley Williams fala sobre a importância dos fãs e os maiores sucessos da banda”

  1. O Álbum Pesado tão esperado nos dai hoje, perdoai os haters sem coração, assim como entendemos que a banda está amadurecendo, e não nos deixeis cair em frustração, mas livrai-nos do pop. Amém.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.